A Eucaristia é a vida da Igreja

Padre Elenildo Pereira

Diácono Elenildo | Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Eucaristia, um dado de fé

Sou Diácono Elenildo, natural do Pará, de São Miguel do Guamá, e, hoje, quero partilhar uma realidade essencial. Observe o Santuário do Pai das Misericórdias e veja tudo o que há  ao redor: tudo custou muito, mas o mais valioso que existe aqui está no sacrário, Nosso Senhor Jesus Cristo! É sobre isso que quero partilhar.

Que Nosso Senhor Jesus Cristo nos faça compreender o Seu valor, a Sua sacralidade, e que Ele nos dê a Sua graça, por meio da fé, para que melhor possamos compreendê-Lo. Ou compreendemos a Eucaristia pela fé ou jamais a compreenderemos, pois a presença de Jesus, na Eucaristia, é um dado de fé.

Convido você a pegar a Palavra de Deus no Evangelho de São Mateus (26,20-29) para compreender aquilo que comecei falando, sobre Jesus ser o maior tesouro da Igreja. Mais do que intelectualmente, é preciso compreendê-Lo pela fé; mais que simbolismo, passa a ser o próprio Senhor, e a Eucaristia é o próprio Senhor, corpo, alma e divindade. Quando estou em adoração, estou adorando o próprio Senhor Jesus Cristo. Quando vou comungar, estou comungando o próprio Senhor, com isso falo de uma dimensão muito grande, que é a celebração da Santa Missa; e no sacrário está a Eucaristia, e temos também o sacerdote, pois sem ele não temos o Corpo de Cristo! Por isso a importância de rezarmos pelos padres, pois sem eles não Eucaristia, e sem a Eucaristia não há Igreja.

Sem padre não existe Eucaristia

Essa é a importância também da vocação sacerdotal na Igreja, para que ela possa existir, e, o mais importante, que um padre possa fazer a celebração da Santa Missa, pois é graça de Deus, e a Igreja permanece de pé, pois ela tem a eucaristia que a sustenta. E o que você precisa fazer? É permanecer na Igreja de Nosso Senhor, pois ela nunca irá se acabar, pois ela tem a graça da eucaristia. Aqui há todos os meios possíveis para alcançarmos a Salvação.

O Senhor nos dá todo aparato possível para nossa salvação, e a Igreja Católica é a casa de toda humanidade, pois as portas estão abertas. Volte! Aqui, temos a Eucaristia, a Virgem Maria… Se, porventura, você saiu, ainda dá tempo de voltar! Mateus 26,28 diz: “Eu estarei convosco até os confins dos tempos”. Essa promessa se realiza, até hoje, pois Ele está na Eucaristia, Ele é eterno, desde sempre, e Ele entrou no templo para nos tornar eternos. Jesus se encarna para que nós nos tornemos filhos de Deus. Dizer que sou filho de Deus é dizer que sou herdeiro do céu. 

Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Quando eu vou à Missa, mesmo que, diariamente, ela é sempre a mesma, ela é única, só existe uma Missa. Ela é uma atualização do sacrifício de nosso Senhor Jesus Cristo na Cruz, com isso, é o sacrifício de Nosso Senhor em forma de ceia. A Missa é esse acontecimento único que ressoa até o Senhor voltar! A Missa é a antecipação do céu, da eternidade, pois é por meio da Eucaristia que eu me uno ao Nosso Senhor de corpo e alma, é a união mais perfeita que alguém pode ter com Deus, porque o próprio Cristo fica dentro de nós, e nós nos tornamos outro cristo. ”Nós nos tornamos aquilo que comungamos” diz Santo Agostinho.

Leia mais:
::Por que só o sacerdote pode celebrar a Santa Missa?  
::O que diz o Catecismo da Igreja Católica sobre a Eucaristia?

Eucaristia, remédio para nossas enfermidades

É preciso que todos compreendam o valor infinito que é a Eucaristia. O pão é o corpo de Cristo; o vinho, é o sangue e simboliza a vida de Cristo, que se entregou de corpo e alma, entregando sua vida por nós. No que eu comungo, eu celebro uma passagem da libertação do pecado, para a graça de Deus. Quando comungo, Deus renova Sua aliança de amor para conosco, uma passagem da graça ao amor.

Alimentarmo-nos do Corpo e Sangue de Cristo é nos alimentarmos da eternidade, alimentarmo-nos do céu. São muitas as graças que o Senhor nos dá por meio da Eucaristia, e uma delas pode ser comparado como um remédio, para curar o nosso coração. A eucaristia combate a desordem do nosso coração, cura as feridas da nossa alma, e muitas vezes até o nosso físico. A eucaristia é remédio para nossas enfermidades. Quanto mais comungamos mais santo eu me torno. Não há Santo que não tenha comungado e vivido da Eucaristia.

Não tenho outra opção senão viver na graça de Deus, viver em comunhão com Nosso Senhor Jesus Cristo, através da santa Eucaristia. Que todas as vezes que você comungar, que você possa morrer de amor pela Eucaristia, morrer de amor pela Igreja, pois a eucaristia é o tesouro da nossa vida.

Transcrição e Adaptação: Amanda Carol 

:: Siga a Canção Nova: Facebook | Twitter | Telegram | Instagram | Cos.tv

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo
Catequeses