Permanecer firmes na Verdade

Padre Duarte Lara

Permanecer na Verdade, portanto, é permanecer em Jesus Cristo

Padre Duarte Lara Foto: Bruno Marques/cancaonova.com

Você sabe qual era a passagem bíblica que o nosso amado e saudoso São João Paulo II mais gostava? A passagem bíblica era essa: “Conhecereis a Verdade e ela vos libertará” (Jo 8,32).

A Palavra de Deus traz inúmeras passagens sobre a Verdade. Vou citar nessa pregação apenas algumas delas.

Jesus disse: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida; ninguém vem ao Pai senão por mim” (Jo 14,6) e o apóstolo João diz em uma de suas cartas: “Não tenho maior alegria do que ouvir dizer que os meus filhos caminham na verdade” (3Jo 1,4).

Permanecer na Verdade, portanto, é permanecer em Jesus Cristo. O apóstolo Paulo vai dizer que “virá o tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação” (2Tm 4,3). Para mim, esse tempo já chegou: o tempo da apostasia, o tempo em que há muita confusão na Igreja e que, infelizmente, pessoas têm ensinado aquilo que é o contrário do que Jesus disse.

E o Catecismo da Igreja Católica, no número 150, ensina o seguinte: Antes de mais, a fé é uma adesão pessoal do homem a Deus. Ao mesmo tempo, e inseparavelmente, é o assentimento livre a toda a verdade revelada por Deus. Enquanto adesão pessoal a Deus e assentimento à verdade por Ele revelada, a fé cristã difere da fé numa pessoa humana. É justo e bom confiar totalmente em Deus e crer absolutamente no que Ele diz. Seria vão e falso ter semelhante fé numa criatura.

Tem pessoas que se dizem católicas e afirmam o seguinte: “Sou contra matar uma pessoa, mas sou a favor do divórcio, do aborto etc”. Você acaba por agir como alguém que não tem fé, pois você não acredita naquilo que Deus revelou como verdade, mas sim naquilo que você acha. A Deus não se engana! E Deus também não engana a ninguém! Ele é a Verdade, e não tem como alguém permanecer em Deus, se não conhece aquilo que Ele ensinou.

Eu costumo dizer que todo católico, para permanecer fiel na Verdade, precisa ter esses dois livros na cabeceira da cama: a Bíblia e o Catecismo da Igreja Católica. Ao ler as Sagradas Escrituras e o Catecismo da Igreja, o católico se aprofunda no conhecimento da sua fé em Jesus Cristo.

Veja, nós temos verdades a defender e erros a combater. Vou recordar dez verdades que Deus nos revelou, e que hoje são muito contestadas, e dez erros que, infelizmente, se tornaram frequentes e que têm desviado muitas pessoas da verdadeira fé.

Dez verdades a defender:

A primeira verdade a defender é essa: Jesus de Nazaré é verdadeiro Deus e verdadeiro homem. Meu irmão, Jesus é Deus! Ele se fez homem como nós, semelhante a nós, exceto no pecado. E essa é uma verdade fundamental.

A segunda verdade a defender é essa: Jesus de Nazaré é o único salvador do mundo. Não existe outro caminho para a salvação fora de Jesus. Ninguém chega ao Céu senão por Ele.

A terceira verdade é essa: Na hóstia consagrada está Jesus vivo, ressuscitado. Houve um estudo nos EUA no qual mostrou-se que 70% dos católicos americanos não acreditam mais na presença real de Jesus na Eucaristia. Para muitos, a Eucaristia é apenas um símbolo. Mas na Eucaristia Jesus está verdadeiramente presente.

“A Deus não se engana!” (Padre Duarte Lara) – Foto: Bruno Marques/cancaonova.com

A quarta verdade é essa: Maria é a Mãe de Deus e a nossa Mãe. E essa é uma vontade expressa pelo próprio Jesus na Cruz. Portanto, meu irmão, você não é um órfão! Maria é a sua Mãe! Tome posse dessa graça.

Quinta verdade: Deus criou tudo o que existe do nada e não se confunde com a Sua criação. Deus é Transcendente, ou seja, Ele está além da Sua criação. Essa verdade é importante, pois existem pessoas por aí que confundem a obra de Deus com o próprio Criador, “divinizando” a natureza e falando coisas como “Mãe Terra”, o “Irmão Sol” e isso acaba sendo muito perigoso.

Sexta verdade: A Igreja fundada por Jesus de Nazaré subsiste plenamente apenas na Igreja Católica. Infelizmente, eu vejo alguns católicos que se revoltam contra a Igreja e acabam se afastando dela. Mas se afastar da Igreja Católica só vai deixar a pessoa sempre pior.

Sétima verdade: o inferno existe e é eterno. Tem gente que acha que o inferno não existe. E Jesus fala mais de vinte vezes sobre o inferno no Novo Testamento. Quando alguém afirma que o inferno não existe, somente revela sua própria ignorância das Sagradas Escrituras.

Oitava verdade: o demônio existe e nos tenta ao pecado. Existem pessoas que consideram o demônio uma metáfora, uma figura de estilo. E isso é uma mentira! O demônio existe sim, e o próprio Deus colocou um Anjo da Guarda ao nosso lado para nos defender dos ataques do demônio.

Nona verdade: Quem morre em pecado mortal sem arrependimento, se condena para sempre ao inferno. Isso é coisa muito séria! Por isso que é necessário viver sempre na graça de Deus. Não brinque com a sua salvação.

Décima verdade: O perdão dos pecados graves, cometidos depois do Batismo, passa sempre pelo Sacramento da Confissão, ou seja, se você cometeu um pecado grave, você precisa se confessar para receber a absolvição desse pecado. Hoje, existe um verdadeiro abuso da chamada “absolvição coletiva”, que é prescrita pela Igreja, porém, para casos excepcionais. Você precisa buscar o sacerdote e se confessar de maneira individual.

Leia mais: 
.:Jesus quer sua amizade e seu amor
.:Jesus é a cura dos corações feridos
.:A oração é a verdade que nos liberta 

.: Baixe o aplicativo Canção Nova e tenha nosso conteúdo na palma da mão

Dez erros a combater:

Agora, eu trago dez erros a combater:

1º) Todas as religiões são iguais.

2º) Não existe A VERDADE. Tudo são opiniões.

3º) A fé é apenas um sentimento.

4º) Alguém dizer: “Padre, eu me confesso diretamente com Deus, sem procurar os padres, pois eles também são homens pecadores”.

5º) Dizer: “Padre, eu fui comungar porque eu senti que devia comungar, mas eu sabia que não havia me confessado”.

6º) Os divorciados que casaram novamente, e portanto vivem em adultério, já podem comungar.

7º) O pecado é inevitável.

8º) A tendência homossexual vem de nascença.

9º) A identidade sexual é uma mera construção social.

10º) Dizer: “Indo a benzedeiras ou a curandeiros eu não prejudico a ninguém”

Com esses erros ofendemos a Deus e machucamos a nós mesmos, precisamos combater essas mentiras.

::Leve a Canção Nova para sua cidade

Transcrição e adaptação: Alexandre Oliveira

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo
LUZ DA FÉ